A arte de pastorear bem segundo o modelo bíblico

A arte de pastorear bem segundo o modelo bíblico é um grande desafio, afinal, o pastor tem uma missão que envolve grandes responsabilidades. Até mesmo Jesus Cristo passou por anos de preparação antes de iniciar o seu ministério, dedicando a sua vida à oração e ao conhecimento da Palavra de Deus. Por esse motivo, se você tem o desejo de pastorear, é uma ótima ideia começar a participar de um curso de formação ministerial.

Ao realizar um curso de formação ministerial, ir em palestras e ter contato com pessoas que entendem sobre o assunto, é possível expandir os seus conhecimentos teológicos e desenvolver ainda mais a sua espiritualidade. Ambas essas características são imprescindíveis para um pastor.

Por esse motivo, neste post, vamos apresentar alguns passos imprescindíveis para seguir a fim de dominar a arte de pastorear segundo o modelo bíblico. Confira algumas dicas![rock-convert-pdf id=”1572″]

Tome o exemplo de Jesus

Jesus levou cerca de 30 anos para se preparar devidamente até iniciar o seu ministério. Foram anos de oração e desenvolvimento até que Ele começasse a reunir os seus discípulos, pregasse a Boa Nova, realizasse milagres e se sacrificasse para, enfim, ressuscitar.

Para isso, Ele equilibrou o seu desenvolvimento em práticas físicas, mentais e intelectuais. A primeira foi necessária para que Jesus pudesse entender as necessidades e dores da alma humana. Afinal, um bom pastor precisa não apenas conhecer as suas ovelhas, mas ir bem além disso, e um bom exemplo disso é um curso de formação ministerial. É necessário ter a capacidade de se colocar em seu lugar para, assim, ser capaz de lutar por elas.

Junto disso, Ele desenvolveu a sua espiritualidade em conjunto com a sua saúde mental. Qualquer pessoa que conversasse com Jesus conseguia perceber a sua maturidade, mesmo quando ainda apresentava poucos anos de vida (Lucas 2:47).

Isso envolve cuidar de seus problemas internos para, somente assim, ter a capacidade de lidar com dificuldades alheias e conseguir orientar cada pessoa adequadamente. No entanto, sem deixar de ter a ciência de que nós, enquanto humanos, não somos capazes de transformar e nem de converter ninguém. Por isso, a importância de desenvolver a sua espiritualidade a fim de que o Espírito Santo possa realizar esses milagres por meio de suas ações.

Por fim, Cristo era um homem sábio e que conhecia as escrituras. Entretanto, isso não aconteceu de um dia para o outro. Ele empenhou muito tempo de sua vida para conhecer cada vez mais as vontades de Seu Pai e, enfim, tornar-se apto para cumpri-la. Com o conhecimento bíblico, é possível desenvolver o discernimento e a sabedoria em Deus para dominar a arte de pastorear.

Torne-se pequeno

O pastor é o líder de um grupo, independentemente da quantidade de pessoas que o seguem. Contudo, para se tornar grande, é preciso saber ser pequeno. Isto é, antes de começar a liderar, é importante saber ser liderado.

Um pastor não existiria para guiar as ovelhas se elas não precisassem disso. Muito pelo contrário, esse trabalho existe justamente por conta da necessidade de orientação que muitas pessoas precisam dentro de uma igreja.

Por esse motivo, antes de se tornar um guia, é preciso aprender o máximo possível com os seus líderes, tomando para si as melhores lições que eles podem dar. Afinal, a humildade é fundamental para um coração verdadeiramente cristão.

Ame a sua família

Você provavelmente já deve ter ouvido falar que a primeira missão evangelizadora que você recebe é dentro de sua própria casa, não é mesmo? Essa é uma das realidades da vida cristã.

Independentemente se a sua família já é convertida ao cristianismo ou se ainda precisa iniciar esse processo, um bom pastor deve saber amar os membros do seu núcleo familiar. O ato de amar envolve o cuidado, a oração e a perseverança.

Isso porque, durante o pastoreamento, a igreja se tornará parte de sua família. Quando um indivíduo tem zelo com os seus parentes, esse comportamento é muito mais provável de ser refletido em seus liderados, de modo que ele se torna apto para amá-los, cuidar de cada um, orar e lutar por eles.

Procure conhecimento

Dedicar anos para conhecer cada vez mais sobre a história do cristianismo e a Palavra de Deus é imprescindível para um bom pastor. Como visto, foi isso que Jesus praticou durante muito tempo, e todos devemos seguir o Seu exemplo.

No entanto, é difícil conseguir ultrapassar os seus limites sozinho. Muitas vezes, você vai precisar de uma orientação para os seus estudos. É exatamente por isso que participar de cursos é totalmente benéfico para alguém com a vocação pastoral.

Curso de Obreiros da Seifa

Esse curso visa a abordagem prática das atribuições dentro dos ministérios de pastores, diáconos, presbíteros e evangelistas. Ou seja, o seu conteúdo tem foco nas funções de um obreiro, a partir do ponto de vista bíblico.

Isso inclui disciplinas que tratam de cada um desses ministérios, Teologia Ministerial e Língua Portuguesa, para que o aluno tenha domínio não apenas da escrita, mas também da oratória, a fim de conseguir se expressar com excelência diante do seu público.

Todos os indivíduos que têm interesse em aprofundar os seus conhecimentos, com abordagem histórica, na Palavra de Deus podem se inscrever no curso. Por isso, vale a pena destacar que ele não é destinado apenas aos integrantes de igrejas evangélicas.

A metodologia de ensino abordada é bastante diversificada e apresenta uma grande flexibilidade, tendo em vista que o aluno pode fazer esse curso de maneira individual e estudar cada matéria em qualquer horário disponível no seu dia a dia.

A duração estimada é de 5 meses. Porém, tudo depende da dedicação aplicada, dos resultados dos testes de verificação de aprendizagem e do tempo levado para cursar cada uma das disciplinas.

Neste conteúdo, foi possível perceber a necessidade de seguir os passos de Cristo para se aperfeiçoar na arte de pastorear. Para isso, é essencial buscar cada vez mais o desenvolvimento de sua vida espiritual, tal como a sua saúde mental e física.

Além disso, expandir os seus conhecimentos também é necessário. Por isso, a importância de participar de um curso de formação ministerial e focar os seus estudos no que diz a Palavra de Deus, a fim de se espelhar cada vez mais em Jesus.

Gostou de saber mais sobre esse assunto? Então, entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas sobre os nossos cursos!

Deixe um comentário