Como funciona o encontro com Deus? Veja como preparar um

O Encontro com Deus é um dos principais retiros espirituais do universo cristão. Para quem não conhece, ele tem como objetivo fazer com que os congressistas separem algum tempo para meditação, louvor e adoração — o que pode trazer resultados quando o assunto é se aproximar de Deus!

Nada mais natural, já que somos transformados pela Palavra e o que nos falta (ao menos muitas vezes) é dedicar um tempo para alimentar o nosso espírito com essas verdades. Ainda assim, muitas pessoas não sabem como funciona o Encontro com Deus e muito menos como preparar um.

Se você quer se informar e saber o que considerar nesse momento, então leia este artigo até o final. Vamos juntos nessa?

Afinal, como funciona o Encontro com Deus?

Para quem não conhece, o Encontro é um retiro espiritual com duração de três dias. Esse é um tempo dedicado para dedicar suas forças e pensamentos a Deus — e tudo isso é feito com base nos princípios bíblicos.

Para isso, um grupo de pessoas se dirige para um hotel ou local de acampamento escolhido. O trabalho é intermediado por alguns obreiros que ajudam na organização, andamento das programações, ministração de louvores e palavras.

O que considerar na hora de preparar um?

Se você quer saber o que considerar para organizar um evento desse tipo, então veja alguns que elencamos a seguir.

Invista em um pré-encontro

Esse é um momento em que as pessoas podem realizar estudos bíblicos, uma forma de fazer com que o congressista entenda um pouco mais sobre a Palavra e os processos espirituais. Isso é importante para qualquer pessoa, mas pode ser ainda mais significativo para o novo convertido.

Os encontros também podem ser aproveitados para compartilhar dia, local e horário do Encontro — assim como o que levar ou não para esse momento.

Crie um planejamento de jejum e oração

Como você deve saber, investir em um retiro desse tipo envolve uma grande batalha espiritual. Para evitar desencontros, frieza de coração ou descrença das pessoas, nada melhor que investir em uma cobertura espiritual com muito jejum e oração. É importante que todos os envolvidos, obreiros e a Igreja de uma forma geral façam parte disso.

Organize as pregações

A primeira ministração costuma envolver o tema “Peniel”, um lugar de encontro com Deus. O embasamento para esta pregação é o trecho de Gênesis 32 em que Jacó tem um encontro pessoal com Deus. A ideia é mostrar que, assim como nos versículos bíblicos, esses são dias de lutas contra as dificuldades e limitações, mas que ainda assim devemos buscar este Encontro. Quando isso acontece, a nossa vida é mudada para sempre!

No decorrer do sábado, existem mais 5 ministrações: a importância do Encontro, Libertação, Visão Espiritual, Cura interior, Cruz (e cura interior). No domingo, as palestras de Oração, Visão Celular e Batismo costumam acontecer.

Peça para as pessoas não compartilharem como foi

Quem vai participar dos Encontros seguintes costuma ter muita expectativa. Por isso, pedir para quem já participou não compartilhe a dinâmica de funcionamento é uma ótima forma de evitar minimizações ou ainda comparações.

Pense em como integrar as pessoas

Quem participa de um evento desse tipo costuma se perguntar como se integrar a Igreja depois. Pois bem, isso também deve ser planejado. Procure alternativas e grupos de consolidação, acompanhamento e oração para cada uma dessas pessoas. Acredite: isso faz toda diferença quando o assunto é como funciona um encontro com Deus.

Depois de ler este artigo e entender o que levar em conta na hora de organizar um evento desse tipo, não deixe de colocar todos esses aspectos em conta! Você vai perceber que com empenho, jejum e oração é possível ajudar as pessoas a conhecerem esse Deus maravilhoso.

Se você conhece outras pessoas que querem saber como funciona um Encontro com Deus, então compartilhe esse conteúdo nas redes sociais. Essa é uma ótima forma de ajuda-los a organizar um retiro desse tipo.

Confira 4 principais eventos evangélicos no Brasil

Orar na igreja, em casa ou entre amigos é um momento de muita emoção e plenitude. Mas você já imaginou orar e louvar a Deus com milhares de pessoas? Os principais eventos evangélicos no Brasil proporcionam esse momento. Em 1 Timóteo 2:8, podemos encontrar: “Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira e sem discussões.”

Você já participou de algum evento evangélico? Sabia que muitos deles superam um milhão de pessoas? Está animado para vivenciar essa experiência? Separamos os 4 melhores eventos desse tipo para crianças, jovens, adultos e idosos para você se programar. Confira!

1. Marcha para Jesus

Um dos maiores eventos evangélicos do mundo, a Marcha para Jesus teve seu início em São Paulo, há mais de 20 anos. Porém, hoje tornou-se um evento internacional, acontecendo também em países como Angola e Israel.

O evento é interdenominacional. Nele, as igrejas saem dos templos, mostrando que vivem abertas para toda a sociedade. São dezenas de trios elétricos conduzindo os fiéis em uma caminhada cheia de louvores e orações. Durante o ato profético, acontecem também batizados.

Nas apresentações, o público ainda recebe mensagens de fé e salvação. Nesses 27 anos de evento em São Paulo, milhares de pessoas entregaram suas vidas para Jesus e foram batizadas. Em 2020, a Marcha acontecerá em 11 de junho. Ainda dá tempo de se programar!

2. Consciência Cristã

Desde 1999 acontece uma das grandes conferências evangélicas da América Latina: a Consciências Cristã, com sede na cidade de Campina Grande. É uma alternativa para as pessoas que querem fugir da bagunça do carnaval e aproveitar esse momento para se espiritualizar.

Mais de 100 mil pessoas comparecem anualmente à celebração. Em 2020, o evento ocorre entre 20 e 25 de fevereiro. A entrada é gratuita, e as inscrições podem ser feitas pela página oficial do evento.

3. Herdeira

Esse é um evento evangélico dedicado às mulheres. Ele tem como objetivo informar e capacitar por meio de palestras que estimulam a superação de limites, fortalecem a fé e desafiam as participantes a viverem um estilo de vida vitorioso, em sintonia com seu propósito de vida.

Com uma programação diversificada, o evento reúne milhares de mulheres de todas as partes do mundo para um dia inesquecível de oração, conhecimento, alegria e muita emoção.

O próximo encontro acontecerá em 20 de março de 2020, no Rio de Janeiro. O valor dos ingressos ainda não foi divulgado, mas é possível acompanhar as atualizações no site.

4. Festival Promessas

Realizado pela Rede Globo, o Festival Promessas é um especial gospel de final de ano. A primeira edição aconteceu em 2011, no Rio de Janeiro, e contou com um público de mais de 20 mil pessoas. Nas edições seguintes, o número de participantes superou a casa dos 100 mil. Tocaram no evento grandes nomes da música evangélica durante 8 horas de louvores, fé e muita adoração.

Sua oitava edição aconteceu em setembro. A data do próximo festival ainda não foi divulgada.

Participar dos principais eventos evangélicos no Brasil é uma experiência que todo cristão deveria vivenciar, pelo menos uma vez. É um momento de união, respeito e intensidade em nome de Jesus. Quem sabe não é a hora de você já se programar para ir a algum deles?

Gostou das nossas dicas? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais!

Conheça os principais eventos culturais que podem ser realizados na igreja

A igreja tem um papel muito importante na socialização e integração dos indivíduos. Justamente por isso, ela pode (e deve) promover diversas atividades culturais para os seus membros, uma iniciativa que traz consigo muitos ganhos — inclusive quando o assunto é aprofundamento bíblico.

Ainda assim, muitas pessoas não sabem em que tipos de eventos investir ou ainda como se organizar para que eles aconteçam de forma bem-sucedida. Se você quer se inspirar e conhecer alguns eventos culturais na igreja, então leia este artigo e informe-se!

Peças de teatros

Engana-se quem pensa que as peças de teatro só podem ser produzidas por atores ou ainda quem atua profissionalmente no setor. Embora nem sempre tragam o mesmo resultado, elas podem contar histórias e tocar as pessoas mesmo sem todo esse aporte técnico.

Portanto, quando falamos das possibilidades de eventos culturais na igreja, é importante não deixar de considerar essa opção. Tenha em mente que as peças podem trazer consigo revelações muito profundas e/ou ainda simular histórias bíblicas — duas maneiras de edificar todos os envolvidos!

Musicais

Os musicais também atraem muitas pessoas, já que trazem consigo muita diversão. Nesse caso, para que tudo aconteça conforme o planejado, é fundamental investir em uma infraestrutura que dê conta do recado (e isso envolve caixas de som, instrumentos, amplificadores e microfones).

Caso prefira, pode pedir que a referência de músicas seja a do contexto gospel, já que assim algumas pessoas ficarão mais confortáveis!

Trilhas e caminhadas

É isso mesmo: as trilhas e caminhadas podem sim estar entre os eventos culturais organizados pelas igrejas. Como promovem a prática de atividades físicas e o contato com a natureza, elas fazem muito bem para os praticantes.

Uma dica é explorar um momento — preferencialmente no final da atividade — para que vocês se assentem e reflitam um pouco sobre a natureza. Essa é uma ótima oportunidade para orar, meditar e louvar ao Deus Criador!

Debates

Os debates também merecem um espaço na agenda cultural. Embora algumas pessoas façam uma associação negativa, eles representam uma excelente oportunidade para exposição de angustias, inspirações, anseios e sonhos.

Para isso, você pode colocar todos os envolvidos em um círculo e debater sobre temas que influenciam na vida das pessoas, como fé, família, amor e vários outros. Para complementar, o mediador pode recomendar livros ou outros materiais para aprofundamento do tema.

Almoços beneficentes

Para fechar, não poderíamos deixar de falar dos almoços beneficentes. Além de ajudarem em uma causa ou projeto, essa é uma maneira de fazer com que os envolvidos tenham um período de comunhão para conversar e colocar o papo em dia.

Além disso, não dá para negar que essa é uma forma de estimular a solidariedade e amor ao próximo — dois aspectos que combinam muito com a ação das igrejas!

Agora que você conhece algumas atividades culturais na igreja, não deixe de incorporar algumas delas na sua congregação. E tem mais: invista em uma organização meticulosa para tornar o evento um verdadeiro sucesso! Para isso, lembre-se de considerar questões como infraestrutura, inscrições, divulgação e segurança.

Para continuar se informando sobre como potencializar a atuação da sua congregação, que tal ler o nosso artigo sobre como espantar o esfriamento espiritual? Esse é um assunto importantíssimo para todo cristão nos dias de hoje. Nos encontramos por lá!

Saiba como escolher um curso de teologia!

É crescente a procura por um curso de teologia. Esse é um movimento natural, já que muitas pessoas gostariam de estudar ou entender um pouco mais sobre o panorama das principais religiões, bem como sobre como elas influenciaram a história da humanidade.

Aliado a isso, existe também uma profissionalização da atuação ministerial. Isso significa que, se antes um pastor ou líder evangélico eram nomeados sem grandes pré-requisitos, hoje um curso de teologia pode ser determinante.

Ainda assim, vários interessados ficam perdidos quando o assunto é entender como escolher um curso de teologia. Se você quer saber o que considerar nesse momento, então está no lugar certo! Leia este artigo até o final e informe-se sobre o tema. Vamos lá?

Como funciona um curso de teologia?

Um curso tradicional de graduação em teologia tem duração média de 4 anos, mas, diferentemente do que muitos pensam, essa não é a única opção. Existem hoje cursos muito embasados e que não se enquadram no perfil de graduação, portanto com duração de 1 ou 2 anos — mas que também contam com o reconhecimento necessário para a nomeação de obreiros.

Contudo, para aqueles que gostariam de estudar teologia, mas não disponham de tempo para frequentar as aulas presenciais, há muitas instituições que oferecem esses cursos à distância, com a mesma qualidade e conteúdo;

Quanto aos assuntos estudados, vale destacar que o foco pode mudar bastante dependendo de cada instituição. Por isso, é importante pesquisar com calma para não se surpreender. Para ter uma ideia melhor, alguns cursos focam em pesquisas e análises, enquanto outros estudam os textos sagrados. Como você pode perceber, vertentes bem diferentes!

Ainda assim, existem algumas matérias comuns, como história do pensamento religioso, procedimentos hermenêuticos, antropologia religiosa, mitologia e história das religiões, liderança e relações humanas.

Quais são as possibilidades de atuação?

Muitas pessoas logo pensam que o ato de procurar um curso de teologia quer dizer que o aluno quer ser pastor. É verdade que muitos têm sim essa motivação, mas essa não é a única área de atuação dos estudantes.

O teólogo pode atuar em consultorias de empresas que usam a religião no seu trabalho, no ensino, na pesquisa e na literatura. O dia a dia pode ser bem distinto em cada uma das áreas. Então, é importante ponderar com calma.

Afinal, o que considerar na hora de escolher o curso?

Se você quer saber como escolher um curso de teologia que atenda às suas expectativas, veja abaixo alguns aspectos que devem ser considerados.

A qualidade das aulas

O conteúdo das aulas deve ser avaliado de forma criteriosa, já que é o principal responsável por gerar os conhecimentos que você precisa. Portanto, frequente as famosas “aulas experimentais” ou ainda pesquise sobre as temáticas que serão exploradas.

Algumas pessoas ficam constrangidas por questionarem sobre isso, mas é bom deixar claro que se preocupar com a qualidade dos conteúdos demonstra um interesse ainda mais profundo pelo curso de teologia.

O enriquecimento espiritual

Um curso de teologia bem escolhido pode ajudar muito no enriquecimento espiritual. Isso porque ele estuda todos os livros da Bíblia de forma contextualizada historicamente e, de maneira complementar, explora várias matérias teológicas. Não dá para negar: isso ajuda muito na formação ministerial dos alunos!

A metodologia de ensino

A maneira como os conteúdos são transmitidos também merece atenção. É importante procurar por uma instituição que ofereça flexibilidade, principalmente neste momento de tanta correria que vivenciamos.

O reconhecimento da instituição

A instituição também deve ser séria, capacitada e com reconhecimento de mercado. Afinal de contas, pode significar pouca coisa fazer um curso robusto desse tipo em um local que não tenha credibilidade, não é mesmo?

A presença de um certificado também deve ser avaliada, já que ele comprova os estudos. Alguns estudantes pensam que isso pode não ser importante, tendo em vista que o conhecimento é o que realmente importa. Em partes, isso é verdade, mas um certificado faz sim diferença (então, não abra mão dele).

Depois de ler este artigo e entender um pouco melhor como escolher um curso de teologia, lembre-se de ser criterioso e procurar a melhor instituição. O Seifa, por exemplo, é especialista em formações desse tipo e está preparada para ajudá-lo. Conte com a experiência de quem entende do assunto!

Entre em contato conosco agora mesmo e conheça o nosso curso básico de teologia. Esperamos por você! 

Educação de filhos cristãos: como criá-los?

Trabalhar na educação de filhos cristãos é um desafio nos dias de hoje, mas que pode ser cumprido por meio de muito amor e dedicação. Trazer certos valores desde cedo é importante para o desenvolvimento humano das crianças. Dessa forma, hábitos de respeito com o próximo e pela própria vida podem ser cultivados e vividos plenamente.

O lar é o ambiente onde as crianças mais aprendem, inclusive quando o assunto é a educação religiosa e a vivência do evangelho. Por isso, no artigo de hoje você vai conhecer algumas dicas importantes na hora de educar e trazer a vivência do cristianismo para seus filhos.

Acompanhe seus filhos na igreja

É claro que é difícil acompanhar os filhos em todas suas atividades, mas levá-los até a igreja e ficar com eles por alguns momentos é importante na construção do hábito de visitar a casa de Deus e manter a fé.

Ensinar os filhos a participar das atividades da igreja, a ajudar no que for preciso e a frequentar os eventos da comunidade é um incentivo ao hábito de sempre permanecer nesse ambiente e vivenciá-lo com todas as pessoas do grupo.

Ensine a ter gratidão e reconhecimento

Converse com seu filho e mostre a ele como é importante agradecer pelo que a família tem e conquistou até o momento. Agradeça a comida na mesa, o cobertor para dormir sem frio e o teto onde a família se abriga.

Saber dar valor às pequenas coisas da vida é um dos grandes segredos de uma vida de sucesso e é um hábito que deve ser cultivado desde criança. Essa prática ajuda a reclamar menos e dar valor mesmo às pequenas coisas boas que acontecem no dia a dia.

Ore junto com eles

Todos os dias, separe um momento para que a oração seja feita em família. Pode ser antes do jantar, antes de dormir ou ao acordar. O que importa é a família orando unida. Ao observar essa prática, a criança desenvolve o hábito de orar e até quando os pais não estão presentes vai reservar um tempo para conversar com Deus.

Incentive ações sociais

É importante despertar nas crianças o senso de empatia, ou seja, de ser capaz de se colocar no lugar do outro e entender seu sofrimento. Um bom início é pedir ajuda para os filhos na hora de separar roupas e brinquedos para doação. Explique que há crianças que não têm as mesmas condições e que precisam de ajuda para não passar frio e também para brincar.

Leve seus filhos com você em eventos solidários, explique a importância de participar deles e lembre-o sempre de ficar atento e ajudar quem estiver passando por necessidades ou problemas.

Dê o exemplo na educação de filhos cristãos

Essa é a dica mais importante: explicar a teoria para as crianças dentro de casa é válido, mas é o seu comportamento que vai inspirar seus filhos. Lembre-se de que eles repetem tudo o que você faz ou fala.

Frequente a igreja, participe de seus eventos, tenha o hábito de orar diariamente e seja ativo em ações sociais: esses exemplos valem ouro e são a chave para a educação de filhos cristãos.

Outra dica importante na educação de filhos cristãos é o estudo da bíblia. Conheça algumas dicas de estudo do evangelho com livros e sites para ajudar você a se aprofundar na palavra!